post 2 11Levantamento do Instituto Paraná Pesquisas aponta que 94% dos brasileiros querem que a classe política perca benefícios para tentar reduzir o rombo nas contas públicas. Apenas 4% dos entrevistados afirmou não apoiar a redução dos benefícios dos políticos para solucionar o problema econômico do Estado brasileiro – enquanto que apenas 1,9% dos entrevistados disseram não saber ou preferiram não opinar. O percentual dos que apoiam o corte de benefícios para a classe política é similar ao de pessoas que são contra o aumento de impostos para cobrir o déficit das contas do governo, cerca de 93%. Dos entrevistados, cerca de 4,4% concordam com o aumento de impostos, enquanto 2,5% não souberam ou não opinaram. O instituto também questionou se um corte nos salários dos funcionários públicos seria a solução para cobrir o déficit das contas públicas. Nessa questão, houve um percentual mais equilibrado de opiniões. Para a maioria, 56,6%, os funcionários públicos não deveriam ser atingidos por eventuais medidas para conter o rombo do governo, enquanto 37,6% julgam que o corte dos salários deles poderia ajudar a resolver o problema. Nesse caso, 5,9% dos pesquisados não souberam ou não opinaram. O levantamento ouviu 2.422 brasileiros em 165 municípios nos 26 estados e no Distrito Federal entre os dias 10 e 13 de dezembro. O grau de confiança da pesquisa é de 95% e a margem de erro é de 2% para mais ou para menos.