portao-principal-da-uesb-em-vitoria-da-conquista-ba-ocupada-por-estudantes-1478217760383_615x470-001Por Humberto Pinheiro

A criminosa, descabida e irresponsável ocupação da UESB por um grupelho de estudantes, tutelados por alguns professores desprovidos do menor senso de responsabilidade cívica, que aposta no quanto pior melhor, já esgotou a paciência da população e dos estudantes que lutam pela retomada das aulas. De visão embotada por princípios políticos ideológicos, atrasados e estreitos, esses professores condenam uma maioria esmagadora de estudantes da UESB a prejuízos incalculáveis. Essa gente é despossuída de qualquer compromisso com a sociedade. O compromisso dessa gente é com uma causa que não faz parte do cotidiano da esmagadora maioria da população de Conquista e região. Esse é um lado da questão. O outro lado da moeda mostra uma direção omissa, incompetente, conivente e subserviente, que ao contrário de representar a maioria e fazer cumprir as normas, se agacha e se submete a tutela de dois grupelhos de estudantes e professores sem a mínima representatividade. O Senhor Reitor da Universidade tem a obrigação de fazer cumprir a lei e por ordem na casa fazendo com que a normalidade volte com a reabertura da escola e a conseqüente expulsão daqueles que na contramão da realidade protestam contra uma PEC que já foi majoritariamente aprovada. Chega de OMISSÃO E CONIVÊNCIA. A vontade da esmagadora maioria dos estudantes da UESB precisa ser respeitada, cabe ao Senhor Reitor fazer valer sua autoridade e dar uma resposta à sociedade regional que aguarda ávida o cumprimento da lei.