adrianaO juiz Marcelo Bretas, da Justiça Federal no Rio de Janeiro, ordenou nesta terça-feira (6) a prisão preventiva de Adriana Ancelmo, esposa do ex-governador do estado, Sérgio Cabral. A Polícia Federal já está nas ruas para cumprir o mandado. A medida acatou pedido do Ministério Público Federal (MPF). De acordo com a coluna Lauro Jardim, de O Globo, denunciou Adriana, além de Cabral, Wilson Carlos, ex-secretário de Governo do ex-governador, Carlos Bezerra, ex-assessor de Orçamento da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), além de todos os demais presos pela Lava Jato no Rio há três semanas, no âmbito da Operação Calicute.

Fonte: Bahia Notícias